7 tendências da comunicação organizacional para 2016

Deixar um comentário

O universo dos negócios é extremamente dinâmico: práticas, metodologias e tendências mudam o tempo todo. Com a comunicação organizacional não é diferente. Por isso, que tal dar uma olhada em quais são as principais tendências para a área das relações públicas para o ano de 2016 e deixar sua empresa preparada?

comunicação organizacional
O universo da comunicação está em constante atualização. Foto: iStock, Getty Images

Comunicação organizacional: tendências para 2016

A revista Forbes elaborou uma lista com sete tendências para os profissionais da comunicação organizacional prestarem atenção em 2016. Veja quais são elas:

1. O release tradicional acabou

Segundo a Forbes, a menos que sua empresa seja a Apple ou você tenha um produto realmente inovador, você vai desperdiçar tempo e recursos ao escrever comunicados de imprensa para distribuir a jornalistas tentando virar notícia. A tendência em comunicação organizacional para 2016 é abraçar novas maneiras de virar notícia, usando redes sociais, vídeos e influenciadores digitais.

2. Liderança do pensamento

A liderança do pensamento é uma tendência de marketing em que executivos e empresas se posicionam como líderes em suas áreas, o que origina grandes oportunidades para pensar em táticas e campanhas de comunicação organizacional.

3. Amplificação de conteúdo se tornará mais crítica

Hoje, há uma abundância de canais para promover a sua mensagem, mas você tem que saber como aproveitar e ampliar o seu conteúdo para obter mais audiência. E tudo isso começa com a qualidade do que você está tentando entregar para o seu público.

Quando você começa com um bom conteúdo, amplificá-lo para o seu público-alvo torna-se muito mais fácil. Além de mídias sociais, inclua novos formatos para a geração de leads, como infográficos e artigos no blog da empresa. Sempre respeitando, é claro, as particularidades do canal.

4. Propaganda negativa combatida com conteúdo

Para combater os haters na internet, você deve pensar em treinar sua equipe para lidar com pessoas, situações e experiências negativas, antes que se tornem um pesadelo de relações públicas. Ignorar as pessoas que falam mal da sua empresa pode ser prejudicial.

5. Gestão de reputação online

Quando você divulgar uma informação para um jornalista, ele provavelmente vai procurar quem você é e o que sua empresa faz. Se não houver muito conteúdo disponível na web (ou se o conteúdo é negativo), é possível que ele não dê atenção ao que você pretende divulgar. Para evitar isso, gerencie sua reputação online, crie e publique conteúdo de qualidade.

6. Trabalhe com influenciadores, não seguidores

É melhor ter uma rede de seguidores ligeiramente menor, mas de maior qualidade e que ama a sua marca e seu conteúdo, do que ter mais pessoas acompanhando as suas novidades sem compromisso e engajamento. Concentre-se em se tornar uma influência para o público da sua área, desenvolvendo uma rede fiel e engajada de seguidores.

7. Criação de conteúdo pago

A promoção de conteúdo pago e a publicidade nas redes sociais podem ajudar na sua estratégia de comunicação organizacional, ao promover aquele conteúdo inovador que você criou e ajudá-lo a alcançar a audiência que você pretende.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas