Saiba como a comunicação assertiva pode ajudar a melhorar os seus negócios

Deixar um comentário

Várias características formam um bom líder. Comando, respeito e responsabilidade, por exemplo. Mesmo os que já possuem esses dons, porém, precisam desenvolver e treinar essas habilidades constantemente. Para transmitir esses valores da melhor maneira, é preciso se utilizar da comunicação assertiva. Já ouviu falar sobre esse conceito?

A comunicação assertiva consiste, segundo o presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), José Roberto Marques, em conseguir atingir seu objetivo de forma clara e direta, de maneira que o transmissor e receptor se comuniquem com fluidez e rapidez.

Para Marques, essa capacidade é ainda mais importante nos dias de hoje. “Vivemos em um mundo muito veloz, em que tudo acontece em um piscar de olhos. Uma comunicação assertiva auxilia nas relações de maneira a viabilizar os processos de trabalho, quando há a necessidade da comunicação, eliminando as burocracias e reduzindo o tempo do discurso, seja ele via oral, por internet (e-mail, smartphone), etc”, completa.

Além disso, a comunicação assertiva previne conflitos, ajuda a diminuir ruídos na informação passada, minimiza a perda de tempo, estabelece relações mais confiáveis – segurança para ambas as partes – e garante fluidez das atividades.

comunicação assertiva
Comunicação assertiva auxilia nas relações e na eficiência dos processos de trabalho. Foto: iStock, Getty Images

10 dicas para treinar a sua comunicação assertiva

Fundamental para o bem estar dos negócios, a comunicação assertiva deve ser treinada. Ao praticá-la no dia a dia, ela se tornará algo comum e corriqueiro. Confira dez dicas do presidente do IBC para que esse modo de comunicar faça parte do cotidiano organizacional e alavanque seu negócio.

  • Busque ser claro e objetivo, evitando ser prolixo
  • Faça anotações em tópicos do que deseja falar
  • Anote o que foi falado
  • Utilize a linguagem adequada
  • Use recursos visuais, quando possível
  • Fique atento à linguagem corporal e utilize-a de maneira a contribuir com a mensagem
  • Esteja atento ao ouvir
  • Faça perguntas e responda de forma direta
  • Use a empatia
  • Busque conhecimento. Quanto mais você dominar o assunto, mais assertivo será em repassá-lo.

Com essas dicas você terá mais facilidade para aplicar um modelo de comunicação assertiva que dê certo. Não custa lembrar, ao se transmitir uma menagem, o comportamento não assertivo ou até agressivo, raramente vai oferecer resultados positivos. Isso porque quem opta por esse tipo de atitude acaba perdendo negócios, clientes e amigos, pela sua maneira de agir e comunicar.

Por outro lado, quem se utiliza da comunicação assertiva, pode expressar discordância e insatisfação, mas, ao fazê-lo, direciona esses sentimentos ao comportamento e não à pessoa, sem constrangimento ou ansiedade. Desse modo, o ouvinte fica sabendo exatamente o que se deseja ou se precisa. E o melhor: sem tentar dominar, humilhar ou insultar.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.