Saiba como usar o marketing de guerrilha para engajar o público-alvo

Deixar um comentário

Ações de marketing são fundamentais para conquistar o público e atrair novos clientes para sua marca ou empresa. Entre as diversas possibilidades, está uma polêmica, mas que pode trazer retornos interessantes e gerar uma grande repercussão em alguns casos. Trata-se do chamado marketing de guerrilha. Esse tipo de ação se diferencia pela inovação, pelo baixo custo em relação às estratégias tradicionais e, principalmente, pela repercussão alcançada.

De acordo com Luiz Augusto do Nascimento, redator da equipe da agência Publicitários Social Club, esse tipo de ação ajuda a impor ideias usando métodos originais e capazes de fixar a marca na mente das pessoas, por um custo muito mais baixo do que o tradicional, pois você irá se utilizar de recursos criativos para inserir ou reforçar algo em determinado grupo. “A grande sacada do marketing de guerrilha é fazer o ato da propaganda parecer tudo, menos propaganda”, explica.

marketing de guerrilha
Marketing de guerrilha proporciona engajamento do público com custo mais baixo que ações tradicionais. Foto: iStock, Getty Images

Diferencial do marketing de guerrilha

De acordo com Nascimento, a publicidade precisa se reinventar a cada momento, para que ações mais usuais não sejam consideradas maçantes e cansativas, principalmente em função do alto nível de exigência do consumidor. Ações bem sucedidas de marketing de guerrilha, na opinião de Nacimento, são aquelas capazes de interagir com as pessoas, que marcam justamente por ser algo simples, mas criativo. Mas como realizar uma ação de marketing de guerrilha capaz de contagiar os clientes e aproximá-los de sua marca?

Para ele, essas ações devem fazer a marca sair de seu lugar confortável e chegue ao consumidor, e não o contrário. “A marca que faz isso tem grandes chances de sucesso”, avisa. Além disso, você precisa construir um bom relacionamento com as pessoas, além de marcar presença no mercado. Campanhas agressivas em excesso ou apelativas, por outro lado, podem causar certo receio e ter o efeito contrário, arranhando a imagem da sua empresa.

O marketing de guerrilha nas pequenas empresas

O marketing de guerrilha geralmente é utilizado por grandes empresas para fortalecer as marcas. Mas e para a pequena empresa, esse tipo de divulgação também deve ser utilizado como recurso? A resposta de Luiz Augusto Nascimento é sim.

Segundo ele, diferentemente de ações tradicionais como anúncios na televisão, o marketing de guerrilha está ao alcance de todos. “Principalmente para pequenas empresas, em que a concorrência sempre cresce”, pondera.

De acordo com ele, entrar com ações de marketing de guerrilha pode ser o próximo passo para fazer você brigar com os grandes, principalmente porque é uma maneira de se diferenciar da concorrência, levando ao engajamento e à aproximação com seu público-alvo. “Seja criativo, explore as ferramentas que você tem a disposição e, no final, você terá bons resultados”, finaliza Nascimento.

O marketing de guerrilha é uma ação de baixo custo, mas, ao mesmo tempo, tem grande capacidade de atingir o público-alvo, sempre de maneira criativa e inovadora. Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

tendências do marketing

Matérias relacionadas

A importância da integração entre os setores de marketing e vendas

Confira 5 livros de marketing para pequenas empresas

Content marketing: produza conteúdo próprio para atrair e fidelizar clientes

Conheça 3 estratégias grátis de marketing digital

Marketing digital pode trazer oportunidade em cenário de crise