Pissani aposta em massas gourmet para conquistar paladares

Deixar um comentário

Os produtos são feitos no Brasil por um chef uruguaio, mas a receita é tipicamente italiana. É desse emaranhado de culturas que surgiu a Pissani Massas Gourmet, uma mistura entre o tradicional e novas experimentações.

Criada pelo engenheiro Carlos Pissani, desde pequeno acostumado a acompanhar a família na criação de massas caseiras, a empresa começou quando ele decidiu deixar a profissão de lado e se dedicar de vez à gastronomia. Não poderia ter dado mais certo.

A Pissani no Brasil

Depois de pesquisar em busca da cidade certa para abrigar seu sonho, foi em São Paulo que Pissani encontrou o que procurava. Desde 2006 na capital paulista, ele e a sua família viram a marca crescer e ganhar o público.

Com massas desenvolvidas a partir de antigas receitas de família, que vinham de sua bisavó, a marca logo conquistou a atenção de hotéis e restaurantes de alto padrão do Brasil, principais clientes da empresa, embora hoje a marca também atue no varejo.

Pissani
Coleção Origens é inspirada nos quatro elementos da natureza. Foto: Instagram, reprodução

O diferencial do negócio para se manter competitivo foi não abrir mão da produção artesanal, mesmo com a grande demanda. Ou, como define Pissani, o desafio sempre foi oferecer um ravióli que fosse leve e com recheios tão bons que dispensaria o molho na hora da degustação.

Além de aguçar o paladar, outra preocupação que ajudou a empresa a crescer foi a apresentação das massas, sempre com novos formatos, texturas e cores – sem esquecer, é claro, do sabor dos recheios.

Atualmente, mais de 100 funcionários são responsáveis por produzir uma tonelada de massa por dia, distribuídas entre mais de 40 tipos e sabores, que se multiplicam ano a ano. Na última coleção, lançada recentemente e batizada de Origens, por exemplo, a inspiração vem dos quatro elementos da natureza, com base em matérias-primas saudáveis.

A marca que virou franquia

Embora o fornecimento de massas a hotéis e restaurantes de luxo ainda seja responsável pela maior parte do consumo de todos os produtos da marca (em torno de 60%), a Pissani também está presente no varejo em formato de franquia.

Hoje, são 12 lojas espalhadas entre as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia, Recife, Maceió e Manaus. Entre elas, a única que não funciona pelo modelo de franquias é a loja conceito da Alameda Franca, em São Paulo, local em que também funciona a cozinha que dá conta de toda a produção. Para os próximos anos, a meta é justamente encontrar novos franqueados.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.