Como a análise estrutural ajuda a conhecer os desafios da empresa

Deixar um comentário

Fazer uma empresa crescer depende, entre outros fatores, da capacidade de oferecer ao cliente produtos e serviços de qualidade. Se é isso que você tenta garantir diariamente, mas encontra dificuldades, talvez esteja na hora de fazer uma análise estrutural.

Responsável por mapear todas as informações ligadas ao empreendimento para desvendar em detalhes como ele funciona, ela ajuda a descobrir que problemas internos podem ser parte das dificuldades encontradas no mercado. Mesmo quando não há dificuldades tão evidentes, é possível, por meio da análise, buscar alternativas para potencializar ainda mais os resultados.

análise estrutural
Renovar a estrutura física pode melhorar os resultados da empresa a longo prazo. Foto: iStock, Getty Images

 

Pilares da análise estrutural

Ao fazer uma análise estrutural, não adianta olhar a empresa apenas como um todo. É necessário um bom planejamento para entender o funcionamento específico das estruturas financeira, física e humana, quando vistas em separado.

1. Estrutura financeira

Começando pela financeira, o primeiro passo é fazer um balanço detalhado de todos os gastos, receitas e investimentos que a empresa possui. Pode parecer bobagem, afinal, você já deve fazer o controle contábil.

Ainda assim, vale analisar os dados com cuidado e buscar brechas para diminuir custos e estratégias de aplicação que possam estar mais adequadas aos objetivos que a empresa possui, especialmente a longo prazo.

É importante pensar no momento atual do negócio, mas traçar metas para anos adiante pode revelar o potencial que você nem imaginava que existia nos seus produtos. Basta ter paciência.

2. Estrutura física

Prédios, máquinas e equipamentos que fazem parte da rotina. Eles também fazem parte da análise estrutural do empreendimento e correspondem à estrutura física. Aqui, pensar a longo prazo também é fundamental.

Comprar uma máquina mais moderna pode parecer escolha difícil agora, com resultados pouco eficientes. Mas você já parou para pensar nas mudanças no consumo de energia e na eficiência de produção? Em pouco tempo, o investimento acaba virando retorno. Para decidir, calcule bem qual será o custo-benefício.

Em uma realidade na qual a tecnologia se mantém em constante mudança, estar atualizado pode ser a diferença entre atrair clientes e jogá-los diretamente para a concorrência, que foi mais rápida em se renovar.

3. Estrutura humana

Mas de nada adianta contar com dinheiro em caixa e estrutura física moderna se os colaboradores da sua empresa não foram treinados adequadamente ou não se mantêm atualizados sobre técnicas e possibilidades que a área oferece.

Além disso, o ambiente de trabalho faz toda a diferença na resposta que os trabalhadores vão dar diariamente. Quando o clima é hostil e com pouco espaço para diálogo, diminui o entusiasmo de trabalhar pelo sucesso do negócio.

De olho no mercado

Depois de uma análise estrutural interna completa, é hora também de olhar para o lado de fora, para aquilo que o concorrente e o mercado oferecem e exigem ao mesmo tempo.

Ou seja, não basta conhecer a sua estrutura organizacional, é preciso entender como outras empresas do setor se organizam e pensam as suas estratégias de atuação. Para Marcelo Braga, sócio da Search Consultoria em Recursos Humanos, monitorar as contratações podem ser um caminho para entender essa dinâmica.

“Investigue se a empresa está procurando talentos e em que áreas. Isso lhe dará dicas sobre a estratégia futura da companhia, como lançamentos de produtos ou serviços, crescimento e reestruturações”, ensina Braga.

A mesma estratégia vale para as demissões que a empresa concorrente promove. A mudança em algum cargo de direção, por exemplo, pode indicar que inovações importantes estão por vir.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Definir a estrutura da empresa é essencial para novos negócios

Entenda a a importância do organograma na estrutura da empresa

Decoração pode melhorar produtividade e bem-estar no ambiente de trabalho

Saiba o que é mapa de risco e entenda a sua importância no negócio