Reuniões produtivas podem ser feitas caminhando?

Deixar um comentário

Imagine o seguinte cenário: você está em uma sala pequena, mal iluminada e com muitas pessoas, ouvindo alguém falar por quase uma hora. O tempo passa e o monólogo se alonga, sem que surjam ideias ou uma solução para o problema. Será que o ambiente não é parte do problema? É possível ter reuniões produtivas sem que os participantes se sintam confortáveis?

Se você quer inovar e tentar uma forma diferente de reunião, a dica aqui são as caminhadas ao ar livre. Pode soar estranho, principalmente se a sua empresa tem métodos de gestão tradicionais e a relação entre colegas de trabalho é bastante formal. Mas adotar essa prática estimula a criatividade nos encontros e os torna mais produtivos.

reuniões produtivas
Caminhadas a céu aberto tornam reuniões de trabalho mais produtivas. Foto: iStock, Getty Images

Reuniões produtivas ao ar livre

Compare os dois cenários: a sala mal iluminada e apertada, descrita acima, e um exercício ao ar livre, em um local rodeado por árvores e sem a opressão visual de uma reunião formal. A tendência é que a segunda opção inspire mais liberdade. Em locais abertos, as ideias vão fluir com mais naturalidade e há maior chance de você ter reuniões produtivas.

E isso não é apenas teoria. Em uma pesquisa de 2014, conduzida pelos professores Daniel Schwartz e Marily Oppezzo, da Universidade de Stanford, e publicada pela American Psychological Association, ficou comprovado que a caminhada influencia positivamente no processo criativo.

É preciso saber, no entanto, usar esse tipo de artifício com sabedoria. As reuniões tendem a ser mais produtivas em grupos pequenos, de 3 a 5 pessoas. Mais do que isso já torna o exercício complicado e dispersa as ideias. Além disso, todos os participantes devem estar aptos a realizar pelo menos uma atividade física leve, para que não haja risco de lesões ou outros problemas de saúde.

3 razões para fazer reuniões caminhando

Além dos benefícios já citados, existem outras vantagens de transformar as caminhadas em reuniões produtivas. Confira:

1. Benefício para a saúde

O sedentarismo e a má postura no trabalho, principalmente em grandes empresas e escritórios, podem trazer malefícios para a saúde. Uma pausa para caminhadas pode reduzir esses riscos.

2. Quebra de barreiras hierárquicas

A reunião a pé tende a diminuir a distância entre chefes e trabalhadores, por exemplo. Isso torna o encontro mais descontraído e ainda assim produtivo. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, é um dos adeptos da reunião feita em caminhadas.

3. Funcionários mais felizes

A quebra da rotina diária de trabalho, aliada a um exercício ao ar livre, ajuda a transformar o ambiente de trabalho. A sensação de bem-estar aumenta e os funcionários ficam mais contentes. Como consequência, a produtividade deve aumentar.

Aprovou nossas dicas para transformar as caminhadas em reuniões produtivas? Então aproveite para compartilhar esse conteúdo com seus amigos, colegas e colaboradores através das redes sociais.

Matérias relacionadas:

Descubra como conduzir uma reunião sem perder tempo

Veja 5 dicas para otimizar sua reunião de trabalho

Gestão de pessoas criativas: como manter talentos na sua empresa

Descubra como aumentar a produtividade no trabalho com 4 dicas