Sua empresa precisa de um programa de trainee?

Deixar um comentário

Entrar no mercado de trabalho com um bom salário e dispor de um plano de carreira promissor em mãos. É isso que almejam os universitários e recém-formados ao procurar um programa de trainee.

“O programa consiste em selecionar jovens talentos que, após cumprirem determinado período de trabalho em uma empresa, ocuparão um cargo de liderança”, explica Ana Lúcia Coelho, consultora de carreira da Produtive, empresa que presta consultoria de recursos humanos.

Neste artigo, você vai descobrir se o programa de trainee é adequado para sua empresa, como implementá-lo e o que esperar do processo. Boa leitura!

programa de trainee
Crescimento profissional garantido é um dos objetivos de quem participa de um programa de trainee. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona o programa de trainee

O principal objetivo ao implementar um programa de trainee é encontrar profissionais talentosos que estejam nos últimos semestres de formação e prepará-los para assumirem cargos importantes na empresa. Em outras palavras, significa treinar um universitário com grande potencial para que ele seja útil à empresa no futuro.

Ana aponta que, geralmente, os programas de trainee são muito concorridos, atraindo centenas de candidatos. “Por isso, é um processo rigoroso, com várias fases”, conta. Entre as etapas mais comuns do processo seletivo, é possível apontar:

– Teste online de idiomas e de raciocínio lógico

– Teste online de conteúdo técnico ou específico

Dinâmicas de grupo

– Entrevistas coletivas

– Entrevistas individuais

– Teste de comportamento

O candidato aprovado passará a desempenhar diferentes funções dentro da empresa, para que obtenha um conhecimento amplo e generalista dos seus processos. Dessa forma, estará preparado para ocupar um cargo de liderança quando a hora chegar.

Sua empresa precisa de um programa de trainee?

São raras as empresas de pequeno ou médio porte que recorrem aos programas de trainee. “Como o programa prevê que os jovens ocupem posteriormente uma posição de liderança e por geralmente entrarem no quadro como futuros sucessores para os níveis executivos, ele é habitualmente realizado em grandes empresas”, explica Ana.

Para isso, as companhias contratam consultorias especializadas, com estrutura adequada e experiência na realização dos programas. “A empresa investe um valor significativo na contratação da consultoria que irá fazer a assessoria”, revela.

Portanto, é improvável que a sua empresa de pequeno ou médio porte precise investir em um programa de trainee. E também é pouco provável que, na fase inicial das operações, você consiga atrair os candidatos com esse perfil. “Como existe por parte do trainee uma grande expectativa em relação ao desenvolvimento de sua carreira, é comum que ele opte por participar de programas de empresas que admira”, aponta a consultora.

Diante desse fato, talvez seja necessário pensar em outras alternativas para atrair talentos. Uma opção para as empresas de pequeno porte é apelar para a possibilidade de crescimento: como a empresa tende a crescer, os profissionais podem aproveitar o embalo para ocupar cargos relevantes em pouco tempo, mesmo que não tenham um plano de carreira consolidado.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Conheça 6 boas práticas de recursos humanos para pequenas empresas

5 características de um bom profissional de recursos humanos

Saiba como criar uma política de retenção de talentos na sua empresa

Descubra como atrair talentos pelo Linkedin

Atrair e reter talentos é condição para o sucesso da sua empresa